(85) 99602-6421
marketingproativajr@gmail.com
UFC - Campus do Pici, Bloco 711
Mídias Sociais:
medir e alcançar os objetivos da sua empresa: OKR e BSC

Como medir e alcançar os objetivos da sua empresa: OKR e BSC

Para ter uma boa Gestão Estratégica na sua empresa, é necessário metrificar e analisar em ”tempo real” como a empresa está se desenvolvendo e onde pode melhorar, por meio de objetivos e metas bem definidas.

A partir dessa necessidade, surgem as metodologias OKR e BSC, ferramentas que auxiliam as empresas no caminho que estão seguindo.

Nesse artigo você vai ler sobre:

  • O que é OKR?
  • Vantagens de usar OKR.
  • Como implementar?
  • O que é BSC?
  • Vantagens de usar BSC.
  • Como implementar?
  • Qual a diferença entre OKR e BSC?
  • Qual dos dois implementar na minha empresa?

Tempo de Leitura: 12 minutos

O que é OKR?

OKR, a sigla para Objective Key Results, é uma ferramenta de controle e de incentivo, com foco em resultados, a partir da construção de objetivos e de resultados chave alinhados com o direcionamento estratégico da empresa. Essa metodologia possibilita à empresa uma direção clara e parâmetros mensuráveis para a obtenção de resultados.

Um OKR é composto por dois elementos, os objetivos e seus respectivos resultados chave. Os Objetivos são caracterizados como as aspirações que a empresa deseja atingir, sendo um problema a ser resolvido ou um processo a ser melhorado. Os Resultados Chave são a forma como será medido o processo para chegar em um determinado objetivo. Portanto, quando os resultados chave forem atingidos, o objetivo terá sido alcançado.

Vantagens de usar OKR

Por permitir que o planejamento da empresa esteja sempre à vista, os OKRs trazem vários benefícios, começando pela gestão orientada a resultados, pois o foco estratégico é sempre mantido em mente e a priorização de atividades, de acordo com o que foi definido, diminui o desperdício de recursos financeiros e humanos.

Uma outra vantagem é a transparência, por todo o progresso estar a vista de todos os funcionários, permitindo identificar dificuldades com uma maior facilidade e, também, criar uma cultura de feedbacks dentro da empresa. 

Além disso, o OKR, apesar de ser um sistema extremamente útil e que pode gerar mudanças significativas em uma empresa, é um sistema relativamente simples e fácil de ser implantado. É importante ressaltar que é necessário ter um direcionamento correto para que não ocorra ciclos inúteis e com dados irrelevantes.

Como implementar o OKR?

1. Definição de Objetivos: 

  • Devem ser ambiciosos, claros e específicos. 
  • É essencial que estejam de acordo com a visão definida no referencial estratégico da empresa.
  • Devem possuir um prazo de conclusão.
  • Devem ser atribuídos a um responsável.
  • É indicado que sejam criados pelo gestor, com o apoio dos seus liderados.

2. Definição dos Resultados Chave:

  • Cada objetivo tem os seus respectivos resultados chave.
  • Devem ser objetivos, quantitativos e mensuráveis.
  • É importante que não sejam confundidos com um checklist.
  • Devem ser desafiadores, mas não impossíveis.
  • Deve-se evitar números na construção do resultado chave, a meta específica para tal resultado deve ter seu espaço específico. 

3. Acompanhando:

  • O local ideal para a metrificação dos OKRs é uma planilha. 
  • OKRs que atingirem 100% de realização é porque não foram desafiadores o suficiente, o ideal é entre 60% e 80%. 
  • Deve existir uma rotina de acompanhamento. A sugestão é que seja quinzenal ou mensal.
  • É importante existir flexibilidade para revisão e reajuste dos OKRs criados.

O que é BSC? 

BSC, sigla para Balanced Scorecard, é uma metodologia de gestão estratégica muito utilizada para medir o desempenho da organização, pois auxilia no alcance dos objetivos por meio de metas com foco no longo prazo.

A estratégica traçada pode ser dividida da seguinte maneira: objetivos, metas, indicadores e iniciativas estratégicas. Há também quatro perspectivas, as quais são: Financeira, dos Clientes, Processos Internos, Aprendizado e Crescimento.

Vantagens de usar o BSC

O BSC, por abranger a empresa como um todo, através do mapa estratégico e das suas perspectivas, permite que a organização tenha claros os seus macro objetivos, o que facilita o processo de traçar ações práticas condizentes com as metas definidas.

Além disso, ele auxilia na mensuração dos avanços realizados com os planos de ação e, também, possui ciclos de replanejamento maiores, ou seja, foco no longo prazo, o que gera uma complexidade maior nas metas traçadas. 

Em suma, ele permite ajustes e correções nos planos de ação, estimula uma cultura de aprendizado, favorece a comunicação e o feedback entre a equipe, oferece o monitoramento, medição e direcionamento das ações, e oferece uma melhoria contínua da qualidade e do desempenho da empresa. 

Como implementar?

1. Identificar os objetivos estratégicos:

É necessário identificar os objetivos e metas da empresa com base nas 4 Perspectivas:

− Aprendizado e crescimento. 

Perspectiva responsável por avaliar a satisfação dos colaboradores. É preciso focar no engajamento e na capacitação da equipe. 

− Finanças.

Perspectiva cujo objetivo é analisar os impactos das decisões estratégicas nas metas estabelecidas. Deve objetivar a lucratividade, o crescimento da empresa, os custos e o faturamento.

− Processos internos.

Perspectiva que foca na qualidade dos processos realizados, analisando a produtividade, o custo e o tempo de determinado processo. Deve-se levar em conta a qualidade, os serviços e a inovação.

− Cliente.

Essa perspectiva verifica a satisfação do cliente e a forma como ele enxerga a empresa e a influência dela no mercado. É necessário focar na experiência que o cliente terá e na imagem da empresa que serão passados.

2. Comunicar e vincular:

O sucesso da implementação do BSC depende do engajamento de todos os funcionários em relação ao plano de ação, por isso é necessária uma transparência em relação ao processo.

3. Planejar e fixar objetivos:

É necessário alinhar as ações aos recursos disponíveis. É fundamental ter o controle do orçamento, reservar e adquirir os recursos necessários, sejam eles monetários ou humanos.

4. Feedbacks

A comunicação é essencial em qualquer projeto de gestão estratégica, pois é um processo de melhoria contínua. Portanto, é sempre necessário passar feedbacks aos funcionários para gerar aprimoramento individual.

5. Indicadores

Para o bom funcionamento do BSC inserido na empresa, é necessário acompanhar os dados obtidos, pois eles serão os norteadores das tomadas de decisões e mudanças de foco.

Qual a diferença entre OKR e BSC?

Apesar de serem ferramentas com objetivos parecidos, existem algumas diferenças entre elas. Um exemplo é que o BSC é mais abrangente em determinar objetivos, possuindo uma visão da empresa como um todo, enquanto o OKR é focado em áreas específicas.

Outro ponto importante é que o OKR é mais simples e objetivo, tornando seu ciclo bem mais curto em relação ao ciclo do BSC. Por isso é necessário analisar bem os prós e contras de cada ferramenta antes de inseri-la no seu negócio.

Por que implementar na minha empresa?

Para aumentar a competitividade do seu negócio, é extremamente necessário fazer uma análise da concorrência, mas também da própria empresa. Com o uso dessas ferramentas você pode entender os pontos fortes, os fracos e como anda o desenvolvimento do seu negócio. E você, vai ficar para trás?

Deseja saber qual a melhor ferramenta e como atribuí-la de acordo com a realidade da sua empresa? Solicite um diagnóstico gratuito através do nosso e-mail marketingproativajr@gmail.com. Estaremos sempre dispostos a ajudar seu negócio. 

Recentemente fizemos uma publicação resumindo a diferença entre os dois métodos de gestão, clique aqui e confira.

Deixe um comentário

Review

*

Estamos online