(85) 99275-4260
marketingproativajr@gmail.com
UFC - Campus do Pici, Bloco 711
Mídias Sociais:
evitar dívidas

Evitar dívidas na sua empresa com essas 5 dicas

Vivemos em um país essencialmente empreendedor. A necessidade, muitas vezes, faz com que executemos sem planejamento, esperando a calmaria chegar para começarmos a estruturar nosso setor financeiro. O problema é que, sem planejamento, a calmaria nunca chega e, eventualmente, um deslize faz com que nos afundemos em dívidas. A fórmula é simples, entradas menos saídas têm que ser maior que zero. Então porquê, de acordo com a Serasa Experian, o número de empresas inadimplentes no Brasil era de 5,3 milhões em dezembro de 2017? Falta gestão financeira! A realidade poderia ser diferente caso usássemos algumas dicas desde o começo. Hoje, mostraremos como evitar dívidas!

Você vai ler sobre:

  • Como organizar as finanças do seu negócio;
  • Decisões estratégicas;
  • Os perigos de não gerenciar o dinheiro.

Tempo de leitura: 4 minutos

Cuidado com o Crédito!

Uma peça-chave para o funcionamento de uma empresa são os empréstimos, principalmente quando precisamos fazer um grande investimento, mas muito tem que ser considerado na hora de aceitar o dinheiro do banco. Entretanto, os bancos possuem taxas altas, é necessário saber quanto será pago ao final do período e qual será seu retorno em cima daquele investimento. Se seu retorno for menor que o valor investido + juros, a empresa ficará no prejuízo! E quanto mais tempo passar, mais difícil ficará de quitar. Além disso, o método de pagamento deve ser adequado às finanças do seu negócio.

Gerenciamento da inadimplência!

Não esperar que o cliente fique devendo para começar a cobrar pode ser peça fundamental na hora de fechar as contas no final do mês. Saber que um cliente não vai pagar uma parcela é sempre um mistério, então é necessário sempre contar com um bom sistema de cobrança. O cliente deve ser contatado, seja de forma direta, por correspondência, e-mail ou até mesmo. Contar com dinheiro futuro é sempre um perigo e pode derrubar qualquer negócio.

Mantenha o fluxo de caixa sempre ativo!

O fluxo de caixa serve para mostrar, de forma fiel, todas as entradas e saídas do seu negócio em um período delimitado. Sabendo quanto saiu, seja como custo produtivo, despesas administrativas, bonificações de funcionários, ou qualquer tipo de investimento e quanto vai entrar, seja com vendas e com retornos de investimentos, o gestor tem possibilidade de, com um simples cálculo de somatório, saber se a empresa está rodando no vermelho ou não. O fluxo de caixa funciona em regime de caixa, isto é, deve ser atualizado somente quando o dinheiro de fato sai e quando de fato entra, o que evita problemas como os mencionados no item anterior. Com uma boa alimentação desses registros, decisões financeiras ficam muito mais seguras de serem feitas, pois há embasamento de quanto é possível gastar!

Crie metas e bonifique por desempenho!

Pode parecer até contraditório: Como vou gastar menos se estou pagando mais meus funcionários? Acontece que, ao estabelecer estrategicamente uma meta que, quando batida pelo funcionário, lhe traz uma bonificação, você aumenta seu faturamento mexendo pouquíssimo na sua estrutura de custos. Se um vendedor vende 21 mil a mais e vai receber 1 mil de bônus por isso, 20 mil a mais no caixa da empresa não é nada mal, não é mesmo? Se quiser aprender mais sobre metas de desempenho leia este artigo da Endeavor.

Procure ajuda profissional!

Saber qual produto produzir mais, quais gastos cortar ou ainda outra melhoria, há sempre onde melhorar para lucrar mais e evitar dívidas. Profissionais especializados podem colher dados-chave para a tomada de decisões, evitando equívocos.

Conclusão:

Sabemos que lidar com dinheiro é difícil, mas aprender a forma correta de fazer isso, com certeza vai evitar dívidas e poupar muitas noites de sono mal dormidas! Nos negócios, assim como em qualquer projeto da vida, é necessário planejamento. Seja por conta própria ou buscando ajuda profissional para fazer sua Gestão Financeira, saber onde agir e a hora certa de tomar decisões é essencial . Aquilo que não é metrificado, não pode ser gerenciado! Caso haja alguma dúvida em relação ao que foi mencionado, ou mesmo se você compreendeu, mas não se sente seguro para pôr em prática, entre em contato conosco da Proativa Jr!

Deixe uma resposta

Review

*