(85) 99917-7000
marketingproativajr@gmail.com
UFC - Campus do Pici, Bloco 711
Mídias Sociais:
precificação

Precificação: o que é e como fazer na prática

Gostaria de saber como precificar os seus produtos, mas não sabe como fazer isso? É muito comum que os empresários errem ao determinar um preço para os seus produtos. Você já parou para pensar que pode estar perdendo dinheiro? Mas, pode ficar tranquilo, a Proativa vai te ajudar a fazer uma precificação na prática. Nesse artigo, vamos te apresentar uma forma fácil para que você entenda melhor como precificar um produto.

Nesse texto você irá encontrar:

  • Importância da precificação;
  • Diferentes abordagens para a precificação de produtos;
  • Como precificar produtos para o comércio;
  • Estudo de caso.

Tempo de leitura: 4 minutos

Por que você deve se preocupar com a precificação dos meus produtos?

Num mundo cada vez mais globalizado e competitivo, a formação de preços – ou precificação – é um dos aspectos mais delicados para as empresas. Afinal, um ligeiro erro na precificação dos seus produtos pode provocar grandes efeitos negativos nos lucros de uma organização.

Você já parou para pensar: o que significa o preço de um produto? O preço consiste numa expressão monetária do valor de um produto. Isso vale para os serviços também. Nesse contexto, existem algumas abordagens diferentes quando o assunto é formação de preços. Vamos comentar brevemente sobre duas dessas abordagens: a formação de preços baseada em custos e a formação de preços baseada na concorrência.

Formação de preços baseada em custos
Essa abordagem consiste em definir uma metodologia de preços a partir dos esforços produtivos. Assim, a receita com a venda dos produtos deve cobrir todos os custos e, ainda, gerar lucro. Funciona mais ou menos assim: o produto gera um custo e, a partir de uma margem de lucro, define-se o preço final de venda para o consumidor.

Formação de preços baseada na concorrência
Em muitos casos, a preferência de um consumidor por um determinado produto se dá apenas pelos seus preços. Se os produtos forem semelhantes e proporcionarem os mesmos benefícios, ganha aquele produto com preço menor. Nessa abordagem, portanto, a empresa decide se precificará o seu produto acima ou abaixo ao preço da sua concorrência.

Nesse contexto, tem-se o pensamento de que a concorrência interfere diretamente no valor do produto – percepção dos benefícios que ele pode proporcionar – e, consequentemente, no seu preço.

Considerações

Independentemente das abordagens escolhidas, devem ser consideradas inúmeras variáveis que interferem na precificação, como preço da concorrência e estratégias da empresa. Entretanto, os objetivos financeiros sempre terão peso maior nessa decisão. Afinal, cobrir os custos e gerar lucro é fundamental para qualquer negócio.

Erros

Um dos erros mais comuns dos empresários no que tange à precificação é não considerar seus gastos fixos e variáveis no momento de definir os preços dos seus produtos. Isto é, como é possível arcar com esses gastos se eles não considerados no preço final da venda ao consumidor? Não os considerar pode ser vital para a solvência financeira do seu negócio.

Outro erro frequente na hora de realizar uma precificação na prática é definir o preço do produto considerando, apenas, o preço da concorrência. Em muitos casos, os empresários tomam essa decisão com o intuito de não perder uma venda para os seus concorrentes, o que é algo completamente compreensível. Mas como eu posso basear o meu preço unicamente na concorrência se eu não conheço os custos e as vantagens competitivas dos meus competidores? Numa tentativa desenfreada de bater o preço da concorrência, é possível que você venda o seu produto com uma margem de lucro ínfima. Ou, na pior das hipóteses, é possível que você esteja vendendo os seus produtos com prejuízo.

Se você quiser conhecer outros erros na hora da precificação confira o site do Sebrae.

Ótimo! Acredito que já tenha ficado claro alguns conceitos introdutórios acerca da formação de preços e que você tenha entendido a importância de precificar corretamente os seus produtos. Agora, vou te explicar uma forma simples de definir adequadamente os seus preços.

Formação de preços para o comércio

Uma das abordagens para determinar o preço de um produto é formação de preços baseada em gastos. Esse modelo de formação de preços deve ser adaptado para as atividades exercidas por cada empresa. Trataremos apenas da formação de preços para o comércio.

Nesse caso, não há transformação de produtos. Portanto, os processos operacionais dessas empresas são, relativamente, simples. Elas compram, armazenam e vendem os produtos.

Uma equação matemática que pode representar essa precificação é a seguinte:

Em que:

  • GV unit: custo da mercadoria adquirida;
  • GF rateado: gastos fixos da empresa rateados pelos produtos. Isso é necessário para que cada um dos produtos comercializados absorva os gatos fixos;
  • Qtde: estimativa da quantidade de produtos vendidos;
  • % GV: gastos variáveis, como comissões e impostos sobre vendas;
  • % Lucro: lucro desejado a partir de uma margem estimada sobre a receita.

Com essa equação, calcula-se o custo unitário do produto e, então, aplica-se o mark-up. Além disso, é válido ressaltar que o mark-up se constitui como uma sobremarcação e não como uma margem de lucro. Ele consiste numa margem da empresa que será usada para bancar despesas e impostos e, ainda, proporcionar lucro.

Estudo de caso:


Noêmia é proprietária de um quiosque de chocolates num shopping de Fortaleza. Com o intuito de pôr em prática o que aprendeu sobre precificação, ela decide aplicar a abordagem de formação de preços para o comércio.

Ao analisar a demanda local, ela estipula que poderiam ser vendidos cinco mil chocolates com margens de lucro de 25% cada. Os custos estimados são:

Aplicando a equação, temos que:

Conclusão

Bom, acho que já deu para perceber a importância de precificar corretamente os seus produtos, não é?

Afinal, uma precificação errada pode implicar muito prejuízo financeiro para o seu negócio. E eu tenho certeza de que não é isso que você quer.

Tá esperando o quê para começar a precificar os seus produtos? Para buscar mais conteúdos relacionados à gestão financeira, continuar aprendendo sobre precificação na prática e para baixar nossa planilha de fluxo de caixa clique aqui!

Deixe uma resposta

Review

*